‘Tem que respeitar’: Samba de André Diniz, Arlindo Cruz e parceiros vencem a disputa para Vila Isabel 2014

Categories: Principais

Arlindo Cruz - Vila Isabel 2014

Dona de quatro títulos do Carnaval carioca, a Vila Isabel vai tentar mais uma conquista em 2014 com o samba da parceria de André Diniz e Arlindo Cruz, que venceu a disputa neste sábado.

O refrão “Tem no baile o arrasta-pé, quando a chuva molha o chão, Mandacaru em flor, com as lágrimas do céu e o povo em oração, o branco verdejou” conquistou a comunidade e a diretoria da escola e, pela 15ª vez, André Diniz assina um samba na azul e branca.

O Samba “Retratos de um Brasil Plural”, da GRES Unidos de Vila Isabel, composto por Evandro Bocão, Arlindo Cruz, André Diniz, Professor Wladimir e Arthur das Ferragens, foi o grande escolhido para 2014 está mais uma vez de arrepiar a Sapucaí.

“Sou suspeito para falar. Quatro grandes sambas estão na final. Espero que a Vila escolha o melhor. A expectativa é muito grande”, disse Arlindo Cruz minutos antes da escolha do samba como o grande Campeão para 2014.

Sobre compor samba-enredo ao lado de um dos maiores vencedores da disputa na Vila Isabel Arlindo disse que é “um enorme prazer” e lembrou que o convite partiu dele. “Vim para a Vila Isabel porque o André me chamou e é um enorme prazer, porque sempre fui fã dele e admirei seu trabalho”, diz. André Diniz já compôs 15 sambas pela Vila Isabel.

O resultado saiu por volta de 5h40, quando o presidente Wilsinho Alves subiu no palco e exaltou a importância dos compositores e disse que “todos eles têm que ser valorizados”. Segundo ele, o “bicampeonato está mais próximo com o samba escolhido”. A quadra não ficou tão cheia quanto na final de samba para o Carnaval 2013, mas os torcedores não perderam a animação. Como de costume, após o resultado, a bateria, comandada pelo mestre Wallan, saiu pela Av. 28 de setembro em festa levando a comunidade atrás, em comemoração à escolha do novo hino da escola.

A Vila Isabel, que viu sair grandes profissionais após a vitória no Carnaval 2013, reforçou seu time com outros grandes nomes, como Gilsinho, Marquinhos e Giovanna, Alex Neoral, Tavinho Novello e o carnavalesco Cid Carvalho, que prepara o enredo “Retratos de um Brasil plural”.

Confiram o vídeo:

Ficha Técnica:
Compositores: Evandro Bocão, Arlindo Cruz, André Diniz, Professor Wladimir e Arthur das Ferragens
Part. Especial: Leonel e Wanderson Pinguim
Intérprete: Wander Pires
Arranjos: Victor Alves, Arlindo Cruz, Mestre Wallan
Violões 6 cordas e 7 Cordas, Cavaquinho e Banjo: Victor Alves
Surdos: Mestre Wallan e Clebinho
Caixas: Mestre Wallan, Juan e Malcon
Taróis: Evandro Bocão, André Diniz e Wanderson Pinguim
Repiques: Malcon, Mestre Wallan
Chocalho: Juan
Tamborins: Cláudio “Menudo” Fracioni e Rafael Santos
Cuíca: André
Pandeiro: Aexandre Simpatia
Tantan: Mestre Wallan
Coro: Leno Dias, Gera, Alexandre Simpatia, Thatiane Carvalho, Angela Sol, Débora Cruz, Edineusa, Tia Wania, Davi Sambaí, André Batata, Arthur das Ferragens, Professor Wladimir, Evandro Bocão, Leonel, André Diniz, Wanderson Pinguim, PH, Marco Paulo, Joelma, Diego Bastos, Reynaldo, Edson.
Astral: Ramon, Renato Cunha, Dartagnan, Ricardo Barriga, Luciano Herdeiros, Pedrão Professor, Carlos Alberto Chupeta, Fabio Maffei, Leandro Chiapetta, Pachequinho.

Gravado no Estúdio Astral Music
Técnico: Leonardo Rodrigues
Auxiliar: Pedro

Imagens: Lucia Nahás e Eduardo Figueiredo
Edição: Eduardo Figueiredo
Finalização: Image Finishing
http://www.imagefinishing.com
http://fb.com/imagefinishing

3 Responses to "‘Tem que respeitar’: Samba de André Diniz, Arlindo Cruz e parceiros vencem a disputa para Vila Isabel 2014"

  1. Mariza Posted on 2 Dezembro, 2013 at 13:09

    Sou sua fã sempre. Parabens por mais um samba enredo emplaco.Beijos familia Oliveira

  2. roberio Posted on 7 Dezembro, 2013 at 7:22

    Valeu Arlindo e parceiros. O nordeste é Brasil na raiz e o Brasil também é nordeste no que sempre quiz.

    • Charu Posted on 23 Dezembro, 2013 at 7:43

      Para Filipa: Ne3o compreendi a tua dirscode2ncia relativamente ao meu esclarecimento. Apenas acrescentaste informae7e3o nada mais.O que a colega queria saber era se ainda este ano ia ver a cor do dinheiro. E a cor do dinheiro ne3o a vai ver nos prf3ximos meses. Quando o vir, e9 quando descongelar e obviamente for considerado o ciclo de avaliae7e3o para o efeito.De resto estou de acordo com o que escreveste que em anda contraria o que eu esclareci. Alie1s, sf3 complementa…

Deixe uma resposta