Martinho da Vila e Arlindo Cruz compõem samba-enredo da Vila Isabel por email

Categories: Principais

17_21_50_79_file

Os sambistas Martinho da Vila e Arlindo Cruz buscaram inspiração na vida do campo para compor o samba que vai embalar a Vila Isabel na Marquês de Sapucaí este ano. Mas, para transformar o universo caipira em versos, os bambas deixaram a simplicidade de lado e recorreram à tecnologia dos computadores. Cria do Império Serrano, Arlindo revela que a letra nasceu a partir de uma troca de emails.

— Na verdade, a gente nunca se encontrou para fazer o samba. Eu estava atarefado e ele também. Eu fazia um pedaço e mandava para ele por email ou telefone. Ele fazia o mesmo. Os outros compositores faziam a parte deles e juntavam com a nossa. Não nos encontramos nem na gravação do clipe do samba-enredo.

Com enredo A Vila Canta o Brasil Celeiro do Mundo, a azul e branco quer garantir o terceiro título no Grupo Especial do Rio. Martinho, que já emplacou dez sambas na escola da zona norte, se orgulha da parceria com o ex-vocalista do grupo Fundo de Quintal.

— O Arlindo [Cruz] é craque. Nós fizemos o samba em conjunto. Começamos a pensar sobre o início do dia no campo. Então, tentamos retratar essa vida na roça. Eu acho que a gente conseguiu passar esses hábitos do homem do campo, como o café da manhã, a ida à igrejinha e a lida.

E para ser fiel ao estilo rural do enredo, Arlindo assume que deu um toque sertanejo no samba.

— É uma coisa mais rural. A melodia é daquela música sertaneja mais antiga. O sertanejo de raiz, feito na modinha de viola.

Martinho homenageará o pai na Avenida

A vida no campo não é nenhuma novidade para Martinho da Vila, que nasceu em Duas Barras, zona rural da serra fluminense. De todos os anos, ele conta que este é o samba que despertou mais emoção na sua carreira de compositor.

Na avenida, o cantor fará uma viagem à infância para reviver a figura de seu pai.

— Nesse ano, a emoção é um pouco maior. O tema tem tudo a ver comigo. Nós falamos da vida do campo, do trabalho do agricultor. E o meu pai era fazendeiro. Minha origem é no campo. Além disso, eu vou desfilar no dia do meu aniversário. Vou sair de fazendeiro no sexto carro.  

One Response to "Martinho da Vila e Arlindo Cruz compõem samba-enredo da Vila Isabel por email"

  1. Aparecido Rodrigues da Silva Posted on 13 Fevereiro, 2013 at 19:07

    Parabéns pelo belo samba de enredo, quando harmonia “casa” com a nossa historia o resultado é uma obra de arte!
    A vitoria foi consequência inevitável.

Deixe uma resposta